Preparação do seio, tipos de mamilo e outras tretas!

Hoje o assunto é tenso! Tenso porque vamos falar sobre algo que vai contra aquela “dica infalível” que a tia da vizinha do papagaio da amiga vai te dar durante a gestação. Você já ouviu falar que precisa preparar o peito para poder amamentar? As dicas para isso variam de acordo com a região, mas eu já ouvi algumas como:

  • Passar creme hidratante nos seios, especialmente no mamilo para “amaciar” a pele;
  • Puxar o mamilo para fora para “formar o bico”;
  • Usar a concha durante a gestação para “formar o bico”;
  • Passar bucha vegetal para deixar o bico “mais resistente” e prevenir estrias;

Gente, para tudo!

Antes de explicar o porquê essas coisas não funcionam, vamos entender que as pessoas que dão essas dicas, de modo geral, não conhecem a fisiologia da mama. A mama é formada por uma camada de tecido adiposo (gorduroso) que protege o tecido granular, onde o leite materno se forma sob a ação dos hormônios. O tecido granular é irrigado pelos canais lactíferos que chegam ao mamilo.

Durante a gestação, a natureza se encarrega de preparar o corpo da mulher para a amamentação. Como? Bem, é durante a gravidez que surgem os Tubérculos de Montgomery, estruturas responsáveis pela hidratação do mamilo e da auréola. Ou seja, pequena Padawan, não há necessidade de usar cremes, pomadas ou quaisquer produtos na mama. Estes produtos podem ressecar ou hiperidratar a região, o que pode causar fissuras quando a amamentação começar. Além disso, é na gestação que os hormônios fazem com que a auréola adquira uma coloração escura, aumentando a melanina existente na região para torná-la mais resistente e evitar fissuras. Se a mulher usar bucha vegetal para friccionar a mama, pode romper as estruturas e ligamentos, favorecendo as fissuras após o nascimento do bebê. Ainda há algumas marcas de cremes ou pomadas que garantem que a utilização durante a gestação vai evitar a ocorrência de fissuras mais tarde.

Epa! O que evita as fissuras é a pega correta! Não caia nessa!

E ainda há quem indique, profissionais inclusive, alguns exercícios para preparar o mamilo. As Manobras ou Exercícios de Hoffmann, que orientam a colocar um dedo acima e outro abaixo do mamilo e puxar, girando no sentido horário e anti-horário DI-Á-RI-A-MEN-TE! Olha a imagem aqui pra você ver que não estou mentindo:

Resultado de imagem para tipos de bico de seio

Apesar de ser uma orientação bem difundida e que aparece até em livros mais antigos, as pesquisas mais recentes comprovam não ter efeito algum. ~Então você não precisa ficar se torturando todos os dias~.

Acontece que este tipo de orientação me parece mais uma falta de conhecimento sobre os tipos de mamilo, seus tamanhos e sua conformação. E aqui, me permita um adendo sobre o conhecimento que nós, mulheres, temos do nosso próprio corpo. A mídia se encarrega de mostrar e criar em nosso imaginário um padrão corporal inalcançável e inacessível para a maioria das pessoas. Nem todas têm seios grandes com mamilos “normais” como citam algumas literaturas. E por não ter aquele corpão da capa da revista, a gente começa a duvidar de nós mesmas. Duvidamos do nosso corpo (ele é perfeito!). Duvidamos que somos capazes (e somos!). Já vi muita gente desacreditar que mulheres com seios pequenos possam amamentar. Dizem que “não vai ter leite o suficiente”. De tanto ouvir, a gente acredita, duvida de si mesma e também passa a ter vergonha do próprio corpo. Por mais que o movimento feminista e tantos outros (#tamojuntasmanas) se esforcem para desconstruir os padrões, a amamentação ainda tem um grande caminho a percorrer neste sentido.

Você já viu alguma mulher com mamilo invertido amamentando nos comerciais de TV? E de topless na praia? E na capa da revista? E no cinema? Falta representatividade e informação!

Voltemos…

Resultado de imagem para tipos de bico de seio

O tipo de mamilo e seu tamanho vão variar de mulher para mulher. Ele pode ser longo ou plano, invertido ou protuso, semi-protuso, pseudo invertido, enfim, as variações são anatômicas. Isso quer dizer que você possui o mamilo certo para você amamentar! Usar uma concha na gestação vai modificar o seu mamilo? Não! Ele até pode ficar um pouco mais “para fora” quando você tirar a concha, mas logo voltará à formação original porque ele É ASSIM. Além disso, a concha abafa o mamilo e pode favorecer a proliferação de fungos e bactérias.

No caso de bico plano, por exemplo, a amamentação é perfeitamente possível, pois o bebê não pode pegar apenas o mamilo. Ele precisa abocanhar o bico e uma boa parte da auréola (complexo auréolo-mamilar). Uma vez na boca do bebê, este complexo amplia até 200 vezes o seu tamanho já que é uma estrutura elástica e vai preencher toda boca, indo até a divisão do palato duro com o palato mole. Nenhum bico artificial faz isso! Pela maciez do tecido mamário, é possível que o bebê ordenhe a mama com a movimentação adequada da língua e realize os movimentos peristálticos para levar o leite ao estômago.

Resultado de imagem para sucção bebe

Mesmo que o mamilo invertido traga dificuldades inciais na pega, a partir do momento em que o bebê abocanhar a auréola, a amamentação será bem estabelecida. Muitas vezes, será necessário que a mãe ordenhe a mama antes de amamentar para que a auréola fique mais macia para o bebê fazer a pega correta. Nestes casos, é importante ter paciência para que o bebê abocanhe a auréola, descobrir a melhor posição para amamentar e não utilizar bicos artificiais ou intermediários de silicone. Eles podem alterar a dinâmica oral e dificultar a ordenha da mama. Se o mamilo for pseudo-invertido, ele se projetará com o estímulo da sucção.

Até que o bebê tenha a pega efetiva, vale a pena ordenhar o leite e oferecer no copo ou na colher.

Então, você chegou até aqui e concluirá comigo que: seu corpo é perfeito e você pode amamentar seu filho sem problemas, com a informação adequada. Se tiver dificuldades, procure uma consultora.

Um beijo

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s