Amamentação como chave para o desenvolvimento sustentável

“Amamentação: Uma chave para o Desenvolvimento Sustentável”, tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno, significa o desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras terem suas necessidades satisfeitas.O aleitamento materno é a chave para isto através das suas ligações entre a segurança alimentar e nutricional, saúde, desenvolvimento, sobrevivência, capacidade de alcançar o potencial educativo completo e a produtividade econômica, além de ser um método ambientalmente sustentável de alimentar quando comparado às alternativas disponíveis.
Em 2016 um novo conjunto de metas universais de desenvolvimento global terão que começar a ser alcançadas e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) orientarão a agenda pautando-se em 17 metas e muito embora o aleitamento não esteja em nenhum dos objetivos, relaciona-se diretamente com eles.
Os objetivos da SMAM 2016 foram: Informar as pessoas sobre as ODS e como se relacionam com a amamentação e alimentação complementar; Ancorar firmemente a amamentação como um componente chave do desenvolvimento sustentável; Galvanizar uma variedade de ações em todos os níveis sobre a amamentação e alimentação complementar saudável na nova era dos ODS; Envolver e colaborar com uma ampla gama de atores em torno da promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno.

Se pensarmos no papel da amamentação na promoção da boa nutrição e segurança alimentar em uma comunidade, encontraremos seus efeitos na redução da pobreza ao não onerar ainda mais o orçamento das famílias, no consumo consciente, na saúde e bem estar e na redução da fome.
Você sabia que as famílias do mundo inteiro gastam aprox. US$ 54 bilhões todo ano para comprar fórmulas infantis? E que a não amamentação está associada a perdas econômicas de cerca de US$302 bilhões por ano, ou 0,49% do produto nacional bruto de todos os países do mundo? Isso sem falar nos inúmeros benefícios como a redução do baixo peso, prevenção da desnutrição e a redução do risco de obesidade e doenças crônicas.
Amamentar não é um ato privado, tão somente, também é uma questão de politica pública que temos que discutir em comunidade. O que está sendo feito/proposto em seu município?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s